terça-feira, 9 de junho de 2009

Peça de um único actor

Vagueio durante o dia onde anseio o anoitecer…

É lá que te encontro e onde tudo pode acontecer.

Então, enceno peças de sonho e de paixão,

onde nasço, vivo e morro de solidão,

numa espera interminável para te ter.

 

Entro em cena e contraceno para a plateia vazia

Num palco onde sou mudo e não há fantasia.

Os cenários pintados com tristes noites de luar,

onde esvoaçam pássaros nocturnos no ar,

em direcção ao mar pobre de maresia

 

Homem sozinho que diálogos produz,

tenta ir ao encontro da mulher que o seduz.

Esta é a peça onde sou o único actor

onde represento sem a mínima cor

e onde cai o pano ao reduzir da luz.

MOONWISHER

4 Aparências...:

Espelho meu disse...

Dizes faltar-te a inspiração, mas a escrever assim só provas o contrário! :)

Tá uma associação muita boa e incrivelmente bonita! Gostei! :D

Beijiinho e força*

Anjo Negro disse...

Ai o Amor ...
Ai o Amor ...
Sentimento unico, tanto nos manda ao céu, como nos lança na dor ...
És o unico actor da tua peça, mas quem sabe se ela não se junta a ti?
Nunca deixes de amar ...
Beijos Anjo Negro

sonhos/pesadelos disse...

speachless....sem palavras....
bjs endiabrados

alma tua... disse...

um amor não revelado é como uma rosa sem sol para se poder mostrar...
um bj